Após protestos, Japão e China abrem negociações sobre ilhas disputadas

Atualizado em  25 de setembro, 2012 - 08:04 (Brasília) 11:04 GMT

Os governos do Japão e da China abriram negociações nesta terça-feira sobre as ilhas disputadas pelos dois países no Mar da China Oriental.

Conhecidas como Senkaku pelos japoneses e Diaoyutai pelos chineses, as ilhas são motivo de polêmica entre Tóquio e Pequim e nas últimas semanas deram início a intensos protestos de chineses.

A crise chegou a afetar ações de grandes empresas japonesas, que por segurança optaram por interromper temporariamente suas atividades em território chinês.

O vice-ministro de Relações Exteriores da China disse a seu colega japonês que seu país não tolerará quaisquer violações em sua soberania territorial.

Embora a disputa seja antiga e já tenha motivado rusgas diplomáticas no passado, a crise atual foi impulsionada pela decisão do governo do Japão de comprar três das ilhas, que eram propriedade privada de um japonês.

Taiwan, que também disputa as ilhas, enviou nesta terça-feira cerca de 60 barcos de pesca com escolta armada à região de águas territoriais no entorno do arquipélago.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.