Zona do euro lança oficialmente seu fundo de resgate

Atualizado em  8 de outubro, 2012 - 17:43 (Brasília) 20:43 GMT

Ministros das Finanças da zona do euro lançaram oficialmente nesta segunda-feira um novo fundo permanente para resgatar países e bancos do bloco que estejam em dificuldades financeiras.

O Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM, na sigla em inglês) terá capacidade de emprestar até 500 bilhões de euros (R$ 1,3 trilhão) até 2014.

Primeiro, funcionará em paralelo ao Mecanismo Europeu de Estabilidade Financeira (EFSF), que já emprestou a Portugal, Irlanda e Grécia; depois, o substituirá.

A Alemanha, maior economia da zona do euro, deverá ser a maior contribuinte do fundo - cerca de 27% do total do dinheiro deverá vir de Berlim.

O ESM funcionará como uma agência da União Europeia e será liderado por Jean-Claude Juncker, premiê de Luxemburgo e presidente do grupo de ministros das Finanças do bloco.

Olli Rehn, comissário europeu para assuntos econômicos e monetários, disse que o ESM ajudará a moldar "o futuro da união monetária".

"Em comparação com onde estávamos, dois anos e meio atrás, quando não tínhamos instrumentos de gerenciamento de crise, agora estamos avançando e reforçando a união monetária e econômica", agregou. "Não há clima para festas, mas estou menos pessimista do que antes (no que diz respeito) à zona do euro."

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.