Calderon elogia a morte de chefe do tráfico do México, mas não menciona roubo de cadáver

Atualizado em  10 de outubro, 2012 - 04:28 (Brasília) 07:28 GMT

O presidente do México, Felipe Calderon, elogiou a marinha do país por ter matado o chefão do tráfico, Heriberto Lazcano, conhecido como "O executor".

"Com isto, México neutralizou, durante o meu governo, 25 dos 37 criminosos mais procurados do país", disse o presidente.

No entanto, em seu discurso, ele não mencionou o roubo do cadáver de Lazcano por um comando armado dentro de uma funerária.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.