Estudante baleada por Talebã apresenta melhora

Atualizado em  13 de outubro, 2012 - 16:33 (Brasília) 19:33 GMT

Militares do Paquistão informaram neste sábado que Malala Yousafzai, a menina de 14 anos baleada pelo Talebã quando voltava da escola, mostrou sinais de melhora.

A estudante paquistanesa foi baleada na cabeça por membros do Talebã por defender a educação feminina no país.

Um porta-voz militar, o major Asim Saleem Bajwa, informou que ela continua inconsciente e respirando com ajuda de aparelhos, mas a quantidade de sedativos foi diminuída e, como resultado, ela apresentou movimentos nas mãos e nos pés.

Durante o dia, milhões de estudantes no Afeganistão fizeram orações pela recuperação de Malala.

Em um pronunciamento em uma escola da capital afegã, Cabul, o ministro da Educação do país, Farooq Wardag, afirmou que os responsáveis pelo ataque contra a estudante são inimigos da educação no Afeganistão e no Paquistão.

O ataque chocou o Paquistão. Na sexta-feira escolas, escritórios e mesquitas em todo o Paquistão fizeram orações pedindo pela recuperação de Malala.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.