Argentina troca chefe da Marinha após apreensão de navio em Gana

Atualizado em  16 de outubro, 2012 - 08:28 (Brasília) 11:28 GMT

O chefe da Marinha argentina, almirante Carlos Alberto Paz, renunciou após a apreensão em Gana de um navio de treinamento do país que levava 300 tripulantes.

Paz será substituído pelo vice-almirante Daniel Alberto Martín, segundo o porta-voz do governo argentino, Alfredo Scoccimarro.

Buenos Aires está conduzindo um inquérito para identificar os responsáveis por permitir que a Fragata Liberdade, um ícone para a Marinha argentina, fosse confiscada no porto de Tema, em Gana, no dia 2 de outubro.

A embarcação foi apreendida a pedido de credores do fundo NML Capital, que sofreram um calote milionário quando a Argentina declarou moratória, em 2001.

O tribunal de Gana que autorizou a ação diz que só liberará o navio quando o governo argentino saldar sua dívida. Uma delegação de Buenos Aires está em Gana para tentar resolver o impasse.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.