Milícia ataca policiais com granadas no Quênia

Atualizado em  17 de outubro, 2012 - 06:00 (Brasília) 09:00 GMT

Dois supostos milicianos foram mortos e 10 policiais ficaram gravemente feridos durante uma batida policial em uma casa perto da cidade de Mombasa, no Quênia.

A polícia havia recebido uma denúncia de que a propriedade estava sendo usada para armazenar armas - e ao chegar ao local foi atacada com granadas.

Um porta-voz da polícia culpou o grupo islâmico, Al-Shabaab, pelo ataque. Uma pistola, um fuzil AK-47 e um lote de munição foram apreendidos na operação.

Se confirmado que os milicianos pertenciam ao Al-Shabaab, o ataque será o último de uma série de incidentes ligados ao conflito na vizinha Somália.

Tropas quenianas invadiram território somaliano em 2011 para lutar contra militantes do Al-Shabaab e o conflito com a milícia escalou desde então.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.