ONU acusa Uganda e Ruanda de financiar rebeldes no Congo

Atualizado em  17 de outubro, 2012 - 05:30 (Brasília) 08:30 GMT

Um relatório das Nações Unidas acusou Ruanda e Uganda de financiarem grupos rebeldes no conflito do Leste da República Democrática do Congo.

O relatório era confidencial, mas a agência de notícias Reuters teve acesso ao documento, que diz que os Exércitos de Ruanda e Uganda têm abastecido os combatentes do grupo M23 com tropas, armas e assessoria estratégica.

Ele diz que o ministro da Defesa de Ruanda, general James Kabarebe, estaria comandando ativamente os rebeldes em sua luta contra o governo congolês.

Autoridades de Ruanda e Uganda negaram as acusações. Segundo o ministro das Relações Exteriores de Uganda, Henry Okello Oryem, a ONU está buscando culpar os outros pelo fracasso de sua forças de paz no Leste do Congo.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.