Assad se diz 'aberto para solução' na Síria, mas sem perda de soberania

Atualizado em  21 de outubro, 2012 - 09:14 (Brasília) 11:14 GMT

O presidente sírio, Bashar al-Assad, disse neste domingo que está aberto a "soluções sinceras" para a crise no seu país, desde que a soberania síria seja respeitada.

A manifestação foi feita através de nota oficial divulgada logo após uma reunião com o enviado especial da ONU à Síria, Lakhdar Brahimi.

Assad voltou a recusar intervenções internacionais no conflito. Brahimi disse que debateu com Assad uma proposta de cessar-fogo de três dias, durante o festival Eid al-Adha, mas que ainda aguarda uma resposta oficial do governo sírio.

Em outro encontro, a oposição síria havia dito a Brahimi que só aceita a proposta de cessar-fogo se houver um compromisso do governo sírio. Em abril, um cessar-fogo negociado pelo antecessor de Brahimi na missão à Síria, o ex-secretário geral da ONU Kofi Annan, fracassou em poucos dias.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.