União Mundial de Ciclismo retira títulos e bane Lance Armstrong permanentemente

Atualizado em  22 de outubro, 2012 - 10:47 (Brasília) 12:47 GMT

A União Internacional de Ciclismo (UCI, na sigla em inglês), retirou nesta segunda-feira do ciclista Lance Armstrong, de 41 anos, seus sete títulos do Tour de France e baniu o atleta do órgão de forma permanente.

Famoso mundialmente por seu desempenho e por ter combatido um câncer, o americano que já foi considerado uma "lenda do esporte" não merece mais o reconhecimento do público, diz o chefe da entidade.

"Não há lugar para Lance Armstrong no ciclismo. Ele merece ser esquecido", disse Pat MacQuaid, reiterando que a UCI aceitou totalmente os relatórios da Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada, na sigla em inglês), que evidenciou o uso de drogas.

A Usada também baniu o atleta de forma definitiva e permanente, e classificou seu uso de substâncias ilícitas como "o programa de doping mais sofisticado, profissional e bem sucedido que o esporte já conheceu".

MacQuaid disse que todos os títulos vencidos por Armstrong após o dia 1º de agosto de 1998 foram cancelados e que ele jamais será aceito novamente pela UCI.

O atleta ficou ainda mais conhecido após lutar contra um câncer e venceu sete vezes o Tour de France, uma das competições mais importantes do ciclismo mundial, entre 1999 e 2005.

Ele se aposentou em 2005 e retornou em 2009, até se aposentar de forma definitiva em 2011.

Embora negue as acusações, Armstrong decidiu não dar continuidade ao caso.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.