Polônia exuma restos de ex-presidente exilado

Atualizado em  23 de outubro, 2012 - 14:38 (Brasília) 16:38 GMT

Os restos mortais do presidente polonês Ryszard Kaczorowski - morto em um acidente aéreo há dois anos - foram exumados. O objetivo do exame é determinar se ele foi enterrado equivocadamente no túmulo de outra vítima do acidente.

Kaczorowshi foi o último ocupante do posto de presidente polonês no exílio - de 1989 a 1990. Antes disso ele havia sobrevivido à batalha de Monte Cassino, na Itália, na Segunda Guerra.

A Polônia manteve uma estrutura de Estado ativa na Grã-Bretanha desde a invasão alemã em 1939. A entidade continuou existindo durante a invasão e o domínio soviético até 1990.

O acidente que vitimou Kaczorowsky também matou outras 95 pessoas - entre elas o então presidente Lech Kaczynsky. A aeronave caiu ao tentar pousar em um aeroporto russo.

Exames de DNA foram feitos nos restos mortais. No mês passado um erro semelhante de identificação foi reconhecido e outras duas vítimas do acidente mudadas de sepultura.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.