Ex-premiê britânico convoca 'Dia de Malala'

Atualizado em  24 de outubro, 2012 - 07:57 (Brasília) 09:57 GMT

O ex-primeiro ministro britânico Gordon Brown pediu que seja declarada uma data mundial para reivindicar que todas as meninas no mundo possam ir à escola sem correr quaisquer riscos ou sofrer represálias.

A data seria também uma homenagem à adolescente e ativista paquistanesa Malala Yousafzai e foi chamada por Brown de 'Dia de Malala'.

De acordo com o ex-premiê, a data, que seria celebrada no dia 10 de novembro, seria uma homenagem às 32 milhões de meninas em todo o mundo que não podem comparecer à escola, por serem vítimas de violência ou intimidação.

Gordon Brown afirmou que a convocação da data visa tornar o sonho de Malala uma realidade.

A jovem paquistanesa de 14 anos levou um tiro na cabeça quando estava a camino da escola. O disparo foi feito por um militante do Talebã. A milícia extremista islâmica é contra a educação para meninas.

Malala está recebendo tratamento em um hospital em Londres e os médicos dizem que ela não enfrenta mais risco de morte.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.