Sudão acusa Israel de incendiar fábrica de munições

Atualizado em  24 de outubro, 2012 - 15:36 (Brasília) 17:36 GMT
Fábrica. Reuters

Israel se negou a comentar as acusações

O governo do Sudão acusou Israel de estar por trás do bombardeio de uma fábrica de munições nos arredores da capital, Cartum.

O prédio foi visto em chamas na noite de terça-feira.

O ministro da Informação do Sudão, Ahmed Bilal Osman, disse em uma entrevista coletiva que quatro aviões teriam participado do ataque contra a fábrica, situada na localidade de Yarmouk.

Representantes do governo de Israel se negaram a comentar as acusações.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.