Violência sectária deixa mais de 50 mortos em Mianmar

Atualizado em  25 de outubro, 2012 - 19:16 (Brasília) 21:16 GMT

O governo de Mianmar disse nesta quinta-feira que mais de 50 pessoas foram mortas desde domingo em uma nova explosão de violência étnica e sectária entre muçulmanos e budistas no oeste do país.

Segundo autoridades locais, mais da metade dos mortos são mulheres.

Quase 2 mil casas foram destruídas em quatro cidades no Estado de Rakhine.

A ONU afirma que muitas pessoas estão fugindo da violência em direção a campos já superlotados, para onde os muçulmanos Rohingya já haviam fugido após uma onda de violência em junho.

O governo de Mianmar não reconhece os muçulmanos Rohingya e os considera imigrantes ilegais de Bangladesh.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.