Presidente da União Européia oferece ajuda de 200 milhões a Myanmar

Atualizado em  3 de novembro, 2012 - 13:11 (Brasília) 15:11 GMT

O presidente da União Europeia, José Manuel Barroso, ofereceu a Myanmar cerca de R$ 200 milhões, como auxílio ao desenvolvimento, ao se encontrar com o presidente do país Thein Sein.

A reunião aconteceu na nova capital, Nav Pyi Taw, e foram discutidas formas de aumentar o comércio depois de décadas de embargos comerciais.

Ele também se encontrou com membros da oposição do país, entre eles, a líder Aung San Suu Kyi, e manifestou preocupação sobre os Rohingyas, um povo muçulmano que tem sofrido constantes perseguições no país.

Barroso é o último de uma série de líderes ocidentais que visitaram Burma, desde que o governo ligado aos militares começou a fazer reformas, no ano passado.

O governo publicou detalhes de uma nova lei de investimento estrangeiro, que é focada em atrair empresas multinacionais a Myanmar.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.