Ex-chefe da inteligência jordaniana é condenado a 13 anos de prisão

Atualizado em  11 de novembro, 2012 - 08:07 (Brasília) 10:07 GMT

O ex-chefe da inteligência jordaniana, general Mohammad al-Dhahabi, foi condenado hoje a 13 anos de prisão por malversação de fundos públicos e abuso de poder.

Trata-se do primeiro caso de um funcionário de alto escalão a ser condenado desde que o governo Jordaniano lançou uma campanha anticorrupção, após a onda de protestos populares que ficou conhecida como Primavera Árabe.

O tribunal também determinou que Dahabi deve pagar uma multa de US$ 30 milhões.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.