Ataque de Israel 'abriu portas do inferno', diz liderança do Hamas

Atualizado em  14 de novembro, 2012 - 14:49 (Brasília) 16:49 GMT

O ataque aéreo do Exército israelense que matou o chefe do braço militar do Hamas na Faixa de Gaza "abriu as portas do inferno", disse a liderança do movimento radical islâmico que governo o território palestino desde 2007.

Ahmed Jabari foi morto mais cedo durante uma ação classificada pelos israelenses como um "ataque cirúrgico".

Ele é o integrante com o posto mais alto do movimento a ser morto desde a última ofensiva israelense contra o território quatro anos atrás.

Em sua primeira reação ao ataque, a liderança do movimento disse que a ação "abriu as portas do inferno". Logo após a ação, tiros de metralhadora puderam ser ouvidos por toda a cidade de Gaza enquanto as mesquitas transmitiam a notícia.

Cenas caóticas também foram vistas no hospital para onde Jabari foi levado.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.