Egito: Há 'indícios' de cessar-fogo entre Israel e palestinos

Atualizado em  17 de novembro, 2012 - 21:21 (Brasília) 23:21 GMT

O presidente do Egito, Mohamed Mursi, disse neste sábado que há "indícios" de que se possa alcançar em breve uma trégua entre os atuais bombardeios entre Israel e Hamas. Ainda assim, afirmou que não há garantias.

O Egito é a principal força mediadora entre israelenses e palestinos, por manter relações formais com Israel e por sua proximidade com os palestinos. Mas não está claro que papel assumirá Mursi, membro da Irmandade Muçulmana, partido que deu origem ao grupo palestino Hamas.

No momento, apesar das declarações de Mursi, não há sinais de um cessar-fogo. O Exército de Israel afirmou, também neste sábado, que ainda tem centenas de alvos do Hamas a serem atingidos em Gaza.

O ministro do Interior de Israel, Eli Yishai, deu polêmicas declarações à imprensa do país. Disse que o objetivo da ação israelense em Gaza é bombardear o território "de volta à Idade Média", para que seu país possa ter calma.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.