Wal-Mart suspende executivos na Índia por acusação de suborno

Atualizado em  23 de novembro, 2012 - 09:35 (Brasília) 11:35 GMT

A maior rede de comércio varejista do mundo, a Wal-Mart, suspendeu uma série de executivos de sua unidade na Índia, por conta de acusações de suborno.

Um porta-voz da empresa disse que o parceiro local da Wal-Mart, a empresa Bharti, suspendeu os funcionários, após uma investigação sobre se acusações de que representantes da companhia teriam pago propinas a autoridades indianas para que eles promovessem seus interesses comerciais.

A Wal-Mart está abrindo cinco super-mercados na Índia, após a entrada em vigor de uma nova legislação ter aberto o setor varejista do país para o investimento estrangeiro.

A companha também está investigando acusações de fraude em suas unidades no Brasil, no México e na China.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.