Tribunal russo proíbe vídeos do Pussy Riot na internet

Atualizado em  29 de novembro, 2012 - 10:14 (Brasília) 12:14 GMT

Um tribunal em Moscou ordenou que vídeos com performances da banda de punk rock Pussy Riot sejam banidos da internet no país, segundo informações de agências de notícias russas.

As integrantes da banda foram sentenciadas à prisão por um protesto contra o presidente Vladimir Putin - uma decisão que motivou críticas em diversas partes do mundo.

Elas tocaram músicas no altar da Catedral de Moscou ironizando o líder russo e foram condenadas por "vandalismo motivado por ódio religioso".

No entendimento do tribunal, os vídeos da banda devem ser proibidos por serem "extremistas".

O juiz também determinou que seja limitado o acesso à página web do Pussy Riot e a um blog com notícias sobre integrantes do grupo e fotos de seu protesto na Catedral.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.