Premiê italiano diz que renunciará após Berlusconi anunciar candidatura

Atualizado em  8 de dezembro, 2012 - 20:00 (Brasília) 22:00 GMT

O primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, anunciou ao presidente do país, Giorgio Napolitano, que pretende renunciar.

Ele afirmou que não sente mais ter a confiança do Parlamento após o partido Povo da Liberdade, do ex-premiê Silvio Berlusconi, retirar seu apoio ao governo no começo da semana.

O economista Monti lidera um gabinete não eleito de tecnocratas formado após Berlusconi ser forçado a renunciar no ano passado em meio ao agravamento da crise econômica no país.

O atual premiê afirmou que tentará aprovar o orçamento do ano que vem e uma lei de estabilidade financeira antes de deixar o cargo.

O anúncio ocorre horas após Berlusconi ter confirmado que será candidato nas eleições parlamentares do ano que vem como líder de seu partido.

Berlusconi afirmou estar retornando ao comando do partido atendendo ao seu sentido de responsabilidade pelo país.

O correspondente da BBC em Roma Alan Johnston afirma que seria um erro subestimar a capacidade eleitoral de Berlusconi, apesar dos problemas de seu governo e dos escândalos sexuais e financeiros em que se envolveu.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.