Oposição promete manter protestos contra Morsi no Egito

Atualizado em  9 de dezembro, 2012 - 14:22 (Brasília) 16:22 GMT

A oposição no Egito afirmou neste domingo que manterá suas manifestações públicas e suas greves na próxima semana para mostrar sua insatisfação com um referendo convocado pelo presidente Mohammed Morsi para aprovar uma nova Constituição.

Pressionado por grandes manifestações opositoras desde o dia 22 de novembro, quando assinou um decreto que dava a si mesmo amplos poderes, Morsi anunciou no sábado a anulação do decreto, mas a oposição diz que não é suficiente.

Os adversários de Morsi pedem também o adiamento do referendo, programado para o dia 15 de dezembro.

O Exército construiu um muro com blocos de concreto para proteger o palácio presidencial, mas um correspondente da BBC no Cairo diz que o local deverá permanecer um dos principais focos de protestos.

Os simpatizantes de Morsi reclamam que alguns canais de TV independentes do Egito são tendenciosos contra o presidente.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.