Barbosa diz que Ministério Público deve apurar alegações de Marcos Valério

Atualizado em  11 de dezembro, 2012 - 14:58 (Brasília) 16:58 GMT

As alegações de Marcos Valério, condenado como operador do mensalão, devem ser investigadas pelo Ministério Público, afirmou nesta terça o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa.

Segundo reportagem desta terça do jornal O Estado de S. Paulo, Valério disse, em depoimento de setembro à Procuradoria Geral da República, que pagou despesas pessoais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que este "deu ok" a empréstimos do Banco Rural e do BTG que ajudaram a financiar o esquema do mensalão. O Instituto Lula não comentou até o momento.

O Estado de S. Paulo diz ter tido acesso ao depoimento à PGR, assinado pelo advogado de Valério.

Nesta terça, após sessão do Conselho Nacional de Justiça, Barbosa disse a jornalistas que teve conhecimento "não oficial" do depoimento de Valério e que acredita que as alegações devem ser investigadas.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.