Seis capitais concentram um quarto do PIB brasileiro

Atualizado em  12 de dezembro, 2012 - 10:57 (Brasília) 12:57 GMT

Seis capitais brasileiras, incluindo o Distrito Federal, concentram um quarto (24,9%) do PIB brasileiro, aponta pesquisa de municípios de 2010 divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira.

Segundo a Agência Brasil, São Paulo detém 11,8% da produção nacional de riquezas, seguida por Rio de Janeiro (5%), Brasília (4%), Curitiba (1,4%), Belo Horizonte (1,4%) e Manaus (1,3%).

As capitais concentram especialmente atividades do setor de serviços, como bancos, financeiras, comércio e administração pública, exceto Manaus, com participação maior do setor industrial, por causa da Zona Franca.

No Brasil, metade de todo o PIB é produzida por apenas 54 municípios. A outra metade do Produto Interno Bruto é dividida entre os demais 5.511 municípios.

Fora as capitais, 11 municípios polos de serviços e indústria se destacam na participação do PIB, agregando 8,6% da renda do país: Guarulhos, com 1%; Campinas, 1%; Osasco, 1%; São Bernardo do Campo (todos em São Paulo), 0,9%; Betim (MG), 0,8%; Barueri (SP), 0,7%; Santos (SP), 0,7%; Duque de Caxias (RJ), 0,7%; Campos (RJ), 0,7%; São José dos Campos (SP), 0,6%; e Jundiaí (SP), 0,5%.

Apesar da forte concentração de renda nas capitais, estas vêm perdendo participação no total da economia do país, enquanto municípios menores apresentam ganhos de renda.

O PIB concentrado nas capitais baixou de 38,7% em 1999 para 34% em 2010, aponta o IBGE.

"Isso é consequência dos incentivos fiscais, que levam as empresas a sair das capitais, e das commodities, tanto agrícolas quanto minerais, que não estão nas capitais", diz a pesquisadora do IBGE Sheila Zani.

O levantamento é referente ao ano de 2010, quando o PIB cresceu 7,5% em relação ao ano anterior, alcançando R$ 3,770 trilhões.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.