Internação de ministro adia julgamento do mensalão

Atualizado em  13 de dezembro, 2012 - 13:49 (Brasília) 15:49 GMT

A sessão dessa quinta-feira do Supremo Tribunal Federal (STF) não tratará do julgamento do mensalão devido à internação do ministro Celso de Mello devido ao agravamento de uma gripe, segundo a Agência Brasil.

O julgamento do caso parou há três dias, quando os membros do STF decidiam sobre a perda de mandato dos parlamentares já condenados.

Segundo a Agência Brasil, a questão é polêmica porque a Constituição dá margem a duas interpretações.

Uma é que a condenação leva à perda dos direitos políticos. A outra entende que há uma exceção nessa regra: no caso de parlamentares, a decisão ficaria a cargo do Parlamento.

A votação dos ministros estava empatada em quatro a quatro. O voto de Mello deve definir o tema.

Ele está internado em um hospital de Brasília e os médicos não descartam a hipótese dele estar com pneumonia. Caso receba alta, poderá participar de nova sessão do mensalão na próxima segunda-feira.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.