Polícia italiana resgata 438 imigrantes ilegais no Mediterrâneo

Atualizado em  15 de dezembro, 2012 - 08:12 (Brasília) 10:12 GMT
Embarcação no Mediterraneo. Getty

Lampedusa está mais próxima da costa africana que do território continental italiano

A guarda costeira italiana resgatou na madrugada desta sexta-feira 438 imigrantes que viajaram em duas embarcações no mar Mediterrâneo, com destino à ilha de Lampedusa.

Segundo um comunicado oficial, às 3h25 da madrugada (00h35 em Brasília), a Guarda Costeira escoltou uma embarcação com 218 pessoas a bordo ao porto de Lampedusa. Todos eram provenientes da África subsahariana e haviam deixado há pouco o norte da África.

Pouco depois, a Guarda Costeira foi comunicada que outro barco com imigrantes estava prestes a naufragar em um canal da Sicília, com mais de 200 imigrantes a bordo.

A ilha de Lampedusa está mais próxima da costa africana que do território continental italiano. O local é um destino comum de imigrantes ilegais, provenientes sobreuto da Líbia.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.