Político russo 'vota' 31 vezes depois de morto

Atualizado em  20 de dezembro, 2012 - 08:21 (Brasília) 10:21 GMT

Um político russo conseguiu a rara proeza de votar 31 vezes na Câmara Baixa do Parlamento da Rússia mesmo depois de já ter morrido.

Vyacheslav Osipov, de 75 anos, do partido governista Rússia Unida, teve seu voto computado em temas polêmicos, como a proibição de adoções de crianças russas por americanos.

O voto controverso foi registrado poucos minutos após seus colegas terem realizado um minuto de silêncio em homenagem ao político.

Todos os votos atribuídos a Osipov foram favoráveis ao governo.

Pelas regras do Parlamento russo, colegas podem votar por outros parlamentares.

Mas a lei não é clara quanto a se poder votar ou não por deputados que já morreram.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.