Policiais do Bahrein são presos por torturar homem até a morte

Atualizado em  30 de dezembro, 2012 - 18:50 (Brasília) 20:50 GMT

Um tribunal no Bahrein condenou a sete anos de prisão dois policiais que espancaram até a morte um prisioneiro xiita que estava sob custódia policial.

O incidente ocorreu no ano passado, durante a violenta repressão aos protestos contra o governo.

Diversos outros policiais enfrentam julgamento ou estão sob investigação por supostamente torturar prisioneiros xiitas durante o período dos protestos.

No mês passado, um painel internacional de especialistas acusou as forças de segurança do Bahrein de usarem a tortura de forma rotineira para punir ou arrancar confissões de centenas de manifestantes xiitas.

O ministro do Interior do país rejeitou essas acusações.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.