ONU diz que mortos em conflito na Síria passam de 60 mil

Atualizado em  2 de janeiro, 2013 - 13:56 (Brasília) 15:56 GMT

As Nações Unidas afirmaram nesta quarta-feira que o número de pessoas mortas desde o início do conflito na Síria, em março de 2011, já passou de 60 mil.

A alta comissária de direitos humanos, Navi Pillay afirmou que o número foi baseado em um levantamento feito em cinco meses, que levou em conta sete fontes de informação diferentes.

Ela afirmou que o número exato de mortes desde o início da revolta até novembro de 2012 foi de 59.648. A ONU afirmou que com os assassinatos ocorridos em dezembro, o número atual deve passar de 60 mil.

A nova estimativa divulgada pela organização é muito superior à estimativa de 45 mil mortos que vinha sendo divulgada pela oposição síria.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.