Hugo Chávez não comparecerá a cerimônia de posse na Venezuela

Atualizado em  8 de janeiro, 2013 - 19:48 (Brasília) 21:48 GMT

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, não estará presente à cerimônia de posse nesta quinta-feira, de acordo com uma carta enviada pelo vice-presidente, Nicolás Maduro, ao Parlamento do país.

Reeleito recentemente, o mandatário deveria ser empossado para o novo mandato no dia 10 de janeiro, mas devido às complicações após mais uma cirurgia para tratar um câncer não poderá comparecer.

Diosdado Cabello, o presidente da Assembleia Nacional (Parlamento venezuelano), leu o comunicado explicando que por "recomendação médica" o líder reeleito não poderá prestar o juramento ao cargo.

"O comandante presidente pediu para informar que, de acordo com as recomendações da equipe médica (...) o processo de recuperação pós-cirúrgica deverá ser extendido para além de 10 de janeiro".

Na carta há também o pedido para que Chávez possa prestar o juramento diante do Tribunal Supremo de Justiça, tal como estabelece o artigo 231 da Constituição venezuelana, sem precisar uma data em específico.

O líder não foi visto em público nem fez comunicação direta desde o dia 11 de dezembro, quando se submeteu a uma quarta operação em Cuba, e onde permanece desde então.

Na segunda-feira, o ministro de Comunicação e Informação venezuelano, Ernesto Villegas, informou que a situação de Chávez é "estável" e disse que continua sendo submetido ao mesmo tratamento.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.