Jornalistas de semanário chinês aceitam encerrar greve

Atualizado em  9 de janeiro, 2013 - 08:24 (Brasília) 10:24 GMT

Jornalistas de um influente jornal da China concordaram em encerrar um protesto contra censura, que gerou manifestações públicas a favor de uma maior liberdade de expressão.

Fontes próximas ao jornal semanal, publicado na província de Guangdong, no sul do país, disseram que os jornalistas foram informados de que se não encerrassem o protesto seriam punidos.

O jornal deverá ser publicado normalmente nesta semana.

Os jornalistas entraram em greve após um funcionário do setor de propaganda do governo censurar um forte editorial que pedia garantia de direitos constitucionais.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.