Inflação sobe em dezembro e fecha 2012 em 5,84%

Atualizado em  10 de janeiro, 2013 - 10:25 (Brasília) 12:25 GMT

A inflação oficial, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), subiu 0,79% em dezembro, fazendo com que a inflação de 2012 ficasse em 5,84%, informou nesta quinta-feira o IBGE.

Trata-se de um índice acima da meta prevista pelo governo, de 4,5%, mas dentro da margem de variação permitida, de dois pontos percentuais acima ou abaixo.

A inflação anual foi inferior à de 2011 (de 6,5%), mas o índice de dezembro foi o maior desde desde março do ano passado, quando também ficou em 0,79%.

A alta de dezembro foi puxada principalmente pela categoria de despesas pessoais (sobretudo serviços com empregados domésticos, que ficaram 12,73% mais caros).

Alimentação e bebidas, que consomem a maior parte do orçamento das famílias, também ficaram mais caros (9,86%) para os brasileiros em dezembro. O item refeição fora de casa, que aumentou 8,59%, exerceu o segundo principal impacto individual no IPCA do ano.

Ao mesmo tempo, houve redução nos preços de automóveis (-5,71% nos novos; -10,68% nos usados), favorecidos pela redução do IPI, e nos preços dos combustíveis (-0,72%).

Em nota, o Banco Central comemorou o recuo da inflação em relação a 2012, mas ressaltou que "na segunda metade de 2012, houve pressões de preço decorrentes de choques desfavoráveis nas commodities agrícolas, entre outros fatores".

"No curto prazo, a inflação mostra resistência, mas as perspectivas indicam retomada da tendência declinante ao longo de 2013."

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.