Dançarina marroquina presta testemunho em caso contra Berlusconi

Atualizado em  14 de janeiro, 2013 - 11:19 (Brasília) 13:19 GMT

A dançarina de boate marroquina Karima El Mahroug testemunhou no julgamento do ex-primeiro ministro italiano Silvio Berlusconi.

Berlusconi é acusado de pagar para manter relações sexuais com Mahroug em 2010, quando ela tinha apenas 17 anos.

Mahroug - também conhecida como "Ruby" - nega as acusações e diz que o ex-premiê lhe deu dinheiro por "generosidade".

Os advogados de Berlusconi haviam pedido que o julgamento fosse interrompido durante as atuais campanhas eleitorais italianas, mas o pedido foi negado.

Berlusconi está se postulando para a próxima eleição, depois de deixar o cargo em novembro de 2011, sendo substituído por Mario Monti.

Mahroug havia sido chamada para prestar depoimento outras duas vezes, mas não compareceu ao tribunal - supostamente porque estava de férias no México.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.