Tribunal nega pedido para suspender julgamento de Berlusconi

Atualizado em  14 de janeiro, 2013 - 13:13 (Brasília) 15:13 GMT
Silvio Berlusconi

Silvio Berlusconi é acusado de ter mantido relações sexuais com uma prostituta menor de idade

A Justiça italiana negou um pedido dos advogados do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi para adiar o julgamento no qual ele é acusado de ter mantido relações sexuais com uma prostituta menor de idade.

A defesa pedia que o julgamento fosse adiado para depois das eleições gerais de fevereiro, nas quais Berlusconi encabeça a coalizão de centro-direita.

Os juízes do tribunal em Milão rejeitaram o pedido e determinaram o prosseguimento do julgamento.

Também foi decidido que a mulher no centro do escândalo, Karima El-Mahroug, mais conhecida como Ruby, não terá de testemunhar perante o tribunal.

Tanto Berlusconi quanto El-Mahroug negam ter mantido relações sexuais.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.