China admite que abismo entre ricos e pobres é 'relativamente grande'

Atualizado em  18 de janeiro, 2013 - 13:03 (Brasília) 15:03 GMT

O diretor de estatística da China admitiu que o desnível entre ricos e pobres no país comunista é "relativamente grande" e que é preciso distribuir melhor a riqueza.

O índice de desigualdade econômica no país (conhecido como coeficiente Gini) - divulgado pela primeira vez em anos - sugere que o abismo a desigualdade na China era pior em 2008 (em 0,491) e diminuiu levemente desde então.

No entanto, o índice permanece muito acima do nível (0,4) visto por analistas como um alerta de descontentamento social.

Dados não-oficiais indicam que a China tem 2,7 milhões de milionários em dólares americanos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.