Banco Central dos EUA 'subestimou crise de 2007'

Atualizado em  18 de janeiro, 2013 - 23:11 (Brasília) 01:11 GMT

Documentos divulgados recentemente pelo Banco Central dos Estados Unidos, o Fed, sugerem que a instituição subestimou a ameaça de uma crise financeira global há cinco anos.

Transcrições de reuniões realizadas no Fed em 2007 mostram que o banco sabia dos riscos. Porém, seu presidente Ben Bernanke declarou não esperar que as grandes instituições financeiras se tornassem insolventes.

A quebra do Bear Stearns e do Lehman Brothers nos meses seguintes contribuíram para a maior recessão nos Estados Unidos desde a Grande Depressão da década de 1930.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.