Yulia Tymoshenko é suspeita de ordenar assassinato

Atualizado em  18 de janeiro, 2013 - 16:55 (Brasília) 18:55 GMT

A ex-primeira-ministra ucraniana Yulia Tymoshenko foi formalmente nomeada como suspeita no assassinato de um parlamentar e empresário em 1996.

Os promotores dizem acreditar que ela foi uma das mandantes do assassinato de Yevgen Shcherban por causa de um conflito de negócios com ele.

Shcherban e sua esposa foram mortos a tiros em um aeroporto no leste da Ucrânia.

Tymoshenko diz que os casos criminais contra ela têm motivos políticos e nega ter participado do assassinato.

Atualmente, a ex-primeira-ministra está presa por abuso de autoridade.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.