Filipinas vão contestar reivindicação territorial da China em tribunal da ONU

Atualizado em  22 de janeiro, 2013 - 11:21 (Brasília) 13:21 GMT

O governo das Filipinas anunciou nesta terça-feira que irá contestar em um tribunal das Nações Unidas as reivindicações territoriais chinesas no Mar da China Meridional.

O Ministro de Relações Exteriores do país, Albert del Rosario, disse que a decisão foi tomada depois que Manila esgotou "quase todos os meios políticos e diplomáticos" para resolver a disputa marítima com Pequim.

Ele disse esperar que a corte possa trazer "uma solução durável" para a contenda.

As tensões entre os dois países aumentaram desde um impasse quanto às ilhas de Scarborough Shoal, ou Huangyan, reivindicadas por ambas as nações no ano passado.

Em um comunicado, o embaixador da China nas Filipinas reiterou a posição de Pequim e destacou que a "China tem soberania inegável sobre as ilhas no Mar da China Meridional e suas águas adjacentes", segundo a agência de notícias AFP.

"O lado chinês fortemente defende que as disputas no Mar da China Meridional devem ser solucionadas pelas partes em questão por meio de negociações", afirmou o embaixador Ma Keqing.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.