Rússia reage a 'ataque' de Israel em território sírio

Atualizado em  31 de janeiro, 2013 - 09:13 (Brasília) 11:13 GMT
Força Aérea de Israel. AP

Israel não negou nem confirmou o ataque, que eleva a tensão no Oriente Médio

O governo russo expressou preocupação com o suposto "ataque" de Israel em território sírio.

O governo de Israel não confirmou nem negou o bombardeio em um centro de pesquisas militar próximo à fronteira com o Líbano.

O governo da Síria, no entanto, culpou Israel.

Analistas israelenses dizem que o temor de Israel é que, com o conflito na Síria, armamentos do país possam cair nas mãos do grupo militante libanês Hezbolah.

Em nota, o governo da Rússia disse que "se a informação foi confirmada", a ação é "inaceitável".

Os russos são um dos principais aliados do regime de Bashar al-Assad no conflito civil na Síria.

O suposto ataque aumenta ainda mais a tensão na região.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.