Polícia de Londres é suspeita de usar passaportes de crianças mortas

Atualizado em  4 de fevereiro, 2013 - 08:13 (Brasília) 10:13 GMT
Polícia de Londres. AFP

Unidade já desativada teria roubado identidades de até 80 crianças nos anos 1980

A policia metropolitana de Londres investiga denuncias de que oficiais à paisana usaram identidades de crianças mortas para evitar serem identificados ao se infiltrarem em grupos de ativistas políticos.

Segundo uma reportagem publicada pelo jornal The Guardian, uma unidade secreta já desativada roubou as identidades de até 80 crianças que haviam morrido prematuramente.

Acredita-se que as acusações se refiram principalmente a policiais operando nos anos 1980.

Outros inquéritos também foram abertos para investigar o comportamento de policiais à paisana após um deles ter sido acusado em dois mil e um de ter enganado ativistas a se envolver sexualmente com ele.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.