Pintura icônica francesa é danificada em sucursal do Louvre

Atualizado em  8 de fevereiro, 2013 - 11:26 (Brasília) 13:26 GMT

A polícia francesa anunciou nesta sexta-feira a prisão de uma mulher acusada de danificar uma icônica pintura "A Liberdade Guiando o Povo", do artista francês Eugène Delacroix, em uma recém-aberta sucursal do Museu do Louvre, em Lens, norte do país.

A mulher, de 28 anos e com supostos problemas psiquiátricos, foi detida após ser vista fazendo rabiscos de grafite sobre a obra-prima romântica, pintada em 1830 para celebrar o levante do povo francês.

A pintura, uma das mais celebradas da arte do país, mostra uma mulher (personificando a liberdade) carregando a bandeira francesa, ao lado de corpos e combatentes da revolta de julho de 1830.

O diretor do museu, Xavier Dectot, disse à imprensa que o dano causado à obra "aparentemente poderá ser removido com facilidade".

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.