Presidente da África do Sul condena estupros no país

Atualizado em  14 de fevereiro, 2013 - 23:05 (Brasília) 01:05 GMT

Em seu discurso anual à nação, o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, pediu união no país para "acabar com o flagelo do estupro".

Ele se referia ao estupro coletivo e assassinato de uma jovem de 17 anos neste ano. Afirmou que a crueldade contra as mulheres na África do Sul é inaceitável.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.