Presidente afegão veta pedidos por ataques aéreos

Atualizado em  16 de fevereiro, 2013 - 13:11 (Brasília) 15:11 GMT

As forças de segurança do Afeganistão estão proibidas de convocar ataques aéreos estrangeiros em áreas residenciais do país, anunciou neste sábado o presidente Hamid Karzai.

O veto, a ser formalizado neste domingo, ocorre menos de uma semana depois de uma ofensiva aérea na província de Kunar (leste) ter deixado dez civis mortos (na maioria mulheres e crianças).

"Nenhuma força afegã, sob nenhuma circunstância, poderá pedir que aviões estrangeiros promovam operações em nossas casas e vilas", declarou Karzai em discurso.

Atualmente, as forças de segurança afegãs lideram a maioria das operações militares no país, mas ainda dependem das tropas da Otan (aliança militar ocidental) para a realização de ataques aéreos para alvejar o Taleban.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.