Armstrong se nega a depor sob juramento a agência anti-doping dos EUA

Atualizado em  20 de fevereiro, 2013 - 18:46 (Brasília) 21:46 GMT
Lance Armstrong

Com decisão, ex-ciclista perde chance de ter banimento do esporte revertido

O ex-ciclista americano Lance Armstrong disse nesta quarta-feira que não concorda em ser entrevistado sob juramento pela agência anti-doping dos EUA (Usada, na sigla em inglês).

Armstrong, 41 anos, admitiu em entrevista à apresentadora de TV americana Oprah Winfrey o uso de doping durante os sete anos em que venceu a competição de ciclismo Tour de France.

Se Armstrong concordasse em falar com a Usada, haveria a chance de que sua pena de banimento do ciclismo fosse revertida.

O prazo inicial para que ele conversasse com a Usada, em 6 de fevereiro, havia sido estendido por duas semanas, até esta quarta-feira.

No entanto, Armstrong divulgou um comunicado, por meio de seu advogado, Tim Herman, em que afirma estar disposto a ajudar em investigações, mas não a depor à Usada.

O comunicado diz que o ex-ciclista não vai participar de processos "que apenas demonizam alguns indivíduos".

A Usada diz que vai continuar suas investigações para limpar o ciclismo (do uso de drogas) mesmo sem a colaboração de Armstrong.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.