Choques entre polícia e manifestantes deixam 15 mortos em Bangladesh

Atualizado em  3 de março, 2013 - 09:34 (Brasília) 12:34 GMT
Confrontos em Bangladesh (AFP)

Mais de 60 pessoas já morreram nos confrontos em Bangladesh

Pelo menos 15 pessoas morreram em Bangladesh devido aos confrontos entre a polícia e partidários de um político islâmico setenciado à morte por crimes de guerra.

O vice-presidente do Partido Jamaat-e-Islami, Delwar Hossain Sayedee, foi sentenciado à morte na quinta-feira por assassinato, estupro e tortura durante a guerra de independência do país em 1971.

Desde então, mais de 60 pessoas já morreram nos choques entre manifestantes e polícia em todo o país.

O Partido Jamaat-e-Islami organizou uma greve de dois dias no país e os membros e simpatizantes do partido atacaram a polícia, prédios do governo e ferrovias, interrompendo o transporte.

Oito pessoas foram mortas em Bogra, no norte de Bangladesh, onde os soldados foram convocados para ajudar a dispersar a multidão de manifestantes.

Pelo menos outras sete pessoas foram mortas em confrontos em outros locais do país.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.