Com representantes de 55 países, Venezuela realiza funeral de Estado para Chávez

Atualizado em  8 de março, 2013 - 14:03 (Brasília) 17:03 GMT

Representantes de 55 países, entre eles pelo menos 27 chefes de Estado, participam nesta sexta-feira em Caracas das homenagens fúnebres de Estado ao presidente venezuelano, Hugo Chávez.

Após a execução do hino nacional bolivariano, na Academia Militar venezuelana, local onde repousa o corpo de Chávez, o presidente interino, Nicolás Maduro, entregou uma réplica da espada do Libertador Simón Bolívar ao "presidente da República e líder supremo da Revolução Bolivariana".

Estão presentes chefes de Estado de quase todos os países da América do Sul. Não estão presentes o presidente paraguaio, Francisco Franco, nem as presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, e do Brasil, Dilma Rousseff, que fizeram visitas anteriores ao caixão de cristal de Chávez e já regressaram aos seus países.

O Brasil foi representado na cerimônia pelo chanceler Antonio Patriota. A Espanha enviou o príncipe Felipe de Astúrias. Além dos líderes regionais, estão presentes nos atos fúnebres a Chávez os chefes de Estado das "nações irmãs" de Belarus, Irã e Guiana Equatorial.

O governo anunciou que, após a cerimônia de Estado, o corpo de Chávez ficará exposto para visitação pública por pelo menos mais sete dias.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.