Sunitas do Egito dizem esperar relacionamento melhor com novo papa

O principal centro de aprendizado para muçulmanos sunitas no Egito, a Universidade Al Azhar, afirmou que espera um melhor relacionamento com o Vaticano depois da escolha do novo papa, Francisco.

Um assessor do imã da universidade, Ahmed al-Tayyeb, afirmou à agência de notícias AFP que assim que for determinada uma nova política no Vaticano, eles vão retomar o diálogo.

As relações entre os sunitas egípcios e o Vaticano foram cortadas no 2011 depois de a Universidade Al Azhar ter acusado o papa Bento 16 de tratar o Islã de forma negativa.