Aldeia Maracanã: grupo de índios deixa o local

Um grupo de índios que aceitaram a proposta do Governo do Estado do Rio deixou em uma van o antigo prédio do Museu do Índio, onde fica a chamada Aldeia Maracanã.

O local ainda abriga indígenas e manifestantes que declaram apoio à ocupação, iniciada em 2006.

Fontes da Prefeitura do Rio de Janeiro afirmam que não há membros do Conselho Tutelar no local, embora existam crianças no prédio.

Homens do batalhão de Choque da Polícia Militar começaram a chegar ao local as 2h30 da manhã. Participam da operação 90 homens utilizando 26 motocicletas, 16 veículos leves e quatro pesados, sendo dois blindados.