Bolívia vai exigir em Haia que Chile devolva saída para o mar

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse nesse sábado que nos próximos dias apresentará ao Tribunal Internacional de Justiça, em Haia, uma demanda contra o Chile para buscar a restituição da saída do país ao mar.

Morales fez o anúncio em um discurso em comemoração ao dia do Mar, lembrando a invasão do território costeiro boliviano pelo Chile em 1879.

"Decidi que nos próximos dias uma comissão viajará a Haia e apresentará a demanda para recuperar a saída para o mar com soberania", disse.

"Ao decidir não ouvir as reclamações do povo boliviano, o Chile lhe nega a paz, a solidariedade e a irmandade, nega a integração latino-americana e destrói o anseio dos povos de viver em paz e harmonia compartilhando benefícios mútuos", afirmou o presidente.

A Bolívia, juntamente com o Peru, foi à guerra contra o Chile no final do século 19, depois que soldados chilenos ocuparam o território costeiro boliviano.

A guerra do Pacífivo custou à Bolívia 400 km de costa e 120 mil quilômetros quadrados de superfície