Chanceler italiano renuncia após polêmica com Índia

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Giulio Terzi, renunciou nesta terça-feira após uma decisão do governo de seu país de extraditar à Índia dois oficiais da Marinha italiana acusados de matar pescadores indianos.

Os militares foram enviados à capital da Índia, Nova Déli, onde aguardam julgamento.

"Peço minha renúncia, em desacordo com a decisão do governo", disse Terzi em pronunciamento no Parlamento italiano.

O caso provocou um escândalo diplomático entre os dois países.

Os oficiais da Marinha alegaram que dispararam contra os pescadores na costa da Índia em 2012 depois de confundí-los com piratas.