Tratado de controle de armas é aprovado na ONU

A Assembleia Geral da ONU aprovou por maioria esmagadora o primeiro tratado para regular o comércio mundial de armas convencionais - que movimenta bilhões de dólares.

Pelo acordo, as nações terão que fornecer informações sobre os armamentos que venderem e avaliar se eles poderão ser usados em crimes contra os direitos humanos.

Apenas três países votaram contra o tratado: Irã, Síria e Corea do Norte. Outros 23 se abstiveram.

Partidários do tratado disseram que ele foi uma vitória significativa após uma década de tentativas frustradas para controlar a indústria de armas.

Críticos dizem que o tratado não fará nenhuma diferença para o comércio clandestino de armamentos.